Na 6° edição da pesquisa Data Sebrae sobre o perfil do MEI, foi confirmada uma informação importante: mais de 75% dos entrevistados disseram que a MEI é sua única fonte de renda. O mesmo aconteceu nas pesquisas de 2015 e 2017.

Isso mostra a importância que os microempreendedores individuais colocam no CNPJ mais rápido e simples de ser aberto.

Mas como o MEI pode se preparar para aumentar a sua única fonte de renda? É sobre isso que falaremos hoje!

Então vem com a gente e veja como alcançar o sucesso como microempreendedor individual.

 

A MEI é sua única fonte de renda? Comece com um plano de negócios

O plano de negócios é um documento que elenca as principais informações sobre uma empresa: objetivos, metas, concorrentes, mercado, público-alvo, fornecedores, produto ou serviço, orçamento, pontos fortes e fracos e o que é preciso fazer para o negócio crescer.

Esse material é importante para qualquer tipo de empresa, ainda mais indispensável para quem possui a MEI como única fonte de renda.

 

Saiba precificar o seu produto

Precificar um produto corretamente significa inserir, dentro do seu valor total, todos os custos envolvidos no processo – o valor da sua mão de obra, a análise dos preços oferecidos no mercado e o entendimento de quanto seu cliente está disposto a pagar pelo que você vende.

Não existe uma receita única para chegar nesse valor, principalmente pelo fato de que é necessário entender o quanto seu cliente pode pagar pelo que é oferecido. Contudo, você pode fazer algumas contas para chegar em valores aproximados e depois ir ajustando eles conforme o comportamento de seus consumidores se modifica.

 

Tenha o controle das suas finanças

Não é novidade para ninguém que controlar as finanças, seja da sua vida pessoal ou de um negócio, é o divisor de águas para ter uma jornada de prosperidade.

E se você tem a MEI como única fonte de renda, isso se torna ainda mais importante. Por isso, é essencial focar em dois pontos principais aqui:

1) Separar as contas pessoais das contas da empresa;

2) Elaborar um planejamento financeiro da sua MEI.

Separar as contas pessoais das contas da empresa

Um importante pilar para conquistar o sucesso em um negócio é saber separar as contas pessoais das empresariais.

É muito difícil não se confundir, até mesmo se enrolar, caso as duas contas estejam juntas.

Quando se consegue separá-las, é possível aproveitar os diversos benefícios que a conta PJ oferece ao MEI, como:

  • A maior facilidade em receber de seus clientes facilmente;
  • Pagamento de fornecedores com credibilidade e segurança;
  • Evitar problemas com Imposto de Renda;
  • Ter maior controle de seus lucros, o que possibilita novos investimentos e aplicações;
  • Além de possibilidades de conseguir linhas de crédito e empréstimo.

Elaborar um planejamento financeiro da MEI

Realizar um planejamento financeiro significa conhecer exatamente qual é a quantidade de dinheiro que entra e sai da empresa para, a partir disso, pensar em ações para uma melhor administração do seu negócio.

Dessa forma, você consegue ter um olhar mais estratégico do negócio e planejar os fluxo de dinheiro da empresa com melhor qualidade.

O assunto pode parecer complexo e difícil de ser elaborado, mas calma, a gente conseguiu separar o assunto em 5 passos, assim você consegue fazer o planejamento financeiro da sua MEI sem complicações.

 

Estude: busque conhecimento e capacitação

Ter uma MEI como única fonte de renda significa apostar todas as fichas em um negócio. E não há como dizer que isso não é arriscado, mas é possível tornar essas ameaças cada vez menores, principalmente a partir da capacitação.

Para se destacar em um mercado tão concorrido como o brasileiro, é importante oferecer serviços diferenciados, capazes de conquistar clientes e torná-los fregueses recorrentes do negócio.

A grande notícia é que a internet existe para facilitar, e muito, as nossas vidas! Você consegue encontrar ótimos cursos online e grátis sobre todos os temas que envolvem a sua vida como microempreendedor individual.

 

Saiba divulgar a sua empresa

Saber divulgar a sua marca e produtos é a principal forma da sua empresa chegar nos clientes que tanto deseja.

Não tem segredo, quanto mais pessoas conhecerem a sua empresa e serviços, maior a chance de se realizar uma venda e conquistar clientes. E esse é o papel da divulgação para a sua MEI

Existem diversas formas de realizar uma divulgação – Pode ser no modo off-line (ações que acontecem fora do mundo digital, como cartazes, banners, panfletos, rádio e tv, por exemplo) ou online (no Instagram, Facebook, Google, aplicativos de comida ou serviços, entre outros).

A melhor maneira de divulgar a sua empresa é aquela que alcança e conversa com o seu público-alvo, ou seja, os clientes que para você são ideais.

Se você não sabe o que é mais eficaz para sua MEI, não tem problema, faça testes. Comece abrindo uma loja no Instagram, divulgando seus produtos no Facebook, no Google, cadastre-se em aplicativos que conectam empresas à clientes. Experimente realizar divulgações off-line também, com panfletos, comunicação boca a boca, fazendo propagandas no rádio etc.

 

Agora que você já sabe quais razões realizar a impulsionar a sua MEI e aumentar a única fonte de renda que possui, coloque essas dicas em prática. Você perceberá como elas transformarão os resultados e rumos da empresa.

 

FONTE: https://blog.meifacil.com/empreendedorismo/mei-unica-fonte-de-renda/